ANO XIV

ANO XIV - Catorze anos informando sobre o mundo do trabalho

segunda-feira, 8 de junho de 2015

RETROCESSO NO MERCADO DE TRABALHO

O mercado de trabalho começa a apresentar retrocesso com a estagnação da economia. Além de setores que já estão desempregando, principalmente na Indústria, outro fenômeno começa a surgir.

No mundo de hoje, incluindo o Brasil, há uma tendência de que se diminua o número de trabalhadores braçais, principalmente pelo fato dos mais jovens buscarem outros caminhos profissionais por terem mais acesso à informação e a educação, podendo se capacitar para outras funções. Todavia, o Brasil acaba de apresentar, segundo o IBGE, um aumento na oferta de trabalhadores domésticos. Isso significa que com a estagnação da economia as pessoas menos qualificadas profissionalmente estão voltando a buscar esse tipo de trabalho.

Desde o início da década o estoque de trabalhadores domésticos vinha diminuindo, mas neste ano o estoque voltou a crescer. O mesmo acontece se consideramos somente trabalhadores domésticos empregados. Enquanto a economia estava equilibrada trabalhadores domésticos buscavam outras áreas do mercado de trabalho, áreas com maiores possibilidades de crescimento profissional. Com a economia, agora em total desequilíbrio, os trabalhadores acabam sendo obrigados a voltar ao serviço doméstico. A notícia boa para esses profissionais é que a nova lei lhes dá garantias e direitos como qualquer outro trabalhador.


O desemprego na Indústria e o retorno de trabalhadores ao serviço doméstico é um forte indicador que uma crise relevante chega à economia e conseqüentemente ao mercado de trabalho.