ANO XIV

ANO XIV - Catorze anos informando sobre o mundo do trabalho

quinta-feira, 31 de agosto de 2017

DESEMPREGO NO TRIMESTRE FICA EM 12,8% , APONTA IBGE

O IBGE acaba de divulgar os números do desemprego no Brasil. Os dados são da PNAD-Contínua (Pesquisa Nacional por Amostras de Domicílio – Contínua). A pesquisa aponta uma pequena melhora em relação ao trimestre anterior, mas uma piora em relação ao mesmo período de 2016.

São 13,3 milhões de pessoas desempregadas segundo essa metodologia do IBGE. Esses números escondem ainda um grande número de pessoas desempregadas ou em empregos precários. Sugiro a leitura dos artigos aqui publicados anteriormente (  artigo1 , artigo2 , artigo3 )  sobre as metodologias de pesquisa de desemprego.

Embora a economia esboce alguma melhora, a situação do país é muito difícil, principalmente em relação aos empregos. Por mais que a economia melhore e tenhamos um crescimento sustentável o reflexo sobre os empregos ainda vai demorar muito para ser significativo. Há muitas indefinições no cenário econômico e caos no cenário político, que implodiram a credibilidade do país e escancararam a baderna em que estamos. São poucos os investidores que se arriscam a caminhar nesse terreno.

Sempre lembramos aos nossos leitores que não poderá haver melhora nos níveis de emprego se não houver crescimento econômico, não por meios artificiais, mas sim de forma sustentável.


Só nos resta torcer por dias melhores.