ANO XIV

ANO XIV - Catorze anos informando sobre o mundo do trabalho

quinta-feira, 18 de agosto de 2011

SETOR DE TURISMO E SERVIÇOS EM SP. Boas Perspectivas e Oportunidades para Empreender

Como comentamos em postagem anterior, a cidade de São Paulo no final do século XX deixou de ser uma cidade industrial para ser uma cidade de serviços. Essa transformação causou um período de transição com muitas dificuldades, desemprego acentuado, mas a cidade descobriu uma nova vocação e muitas oportunidades. São Paulo hoje é a capital dos eventos, do turismo de negócios, capital da gastronomia, do entretenimento...

No primeiro semestre de 2011, a cidade de São Paulo obteve um dos melhores índices na ocupação hoteleira (70%) desde que esse índice passou a ser registrado há seis anos. Isso mostra um crescimento de 26% desde 2005. Em junho a ocupação foi de 75%. Para este ano espera-se um aumento no número de turistas em relação ao ano de 2010 em que a cidade recebeu 11,7 milhões de turistas que movimentaram R$ 9,7 bilhões. Um Recorde!

Menciono esses indicadores para mostrar que o turismo em São Paulo está crescendo bastante e o perfil desse turismo que na cidade chega, proporciona muitas oportunidades de negócios ainda por explorar. O momento é excelente para quem deseja investir e desenvolver um novo negócio em alguns dos setores ligados ao turismo desenvolvido em São Paulo.

Abaixo apresento alguns indicadores (fonte: PMSP/SPTuris)

• Hotéis – 410 e Albergues (hostels) – 23
• 70 % de ocupação média
• Valor médio de diárias: R$ 232,00
• Permanência média do Hospede: 3,1 dias
• Gasto médio nesse período – R$ 1.263,00
• Origem: Estados Unidos, Argentina, Espanha e Japão. Nos albergues a predominância é de turistas ingleses, americanos, australianos, irlandeses e canadenses.
• Negócios e Eventos correspondem a 71% do motivo para a vinda do turista.
• Compras, gastronomia e entretenimento são as atividades mais procuradas para os que se programam para ficar mais tempo na cidade.

Essas informações dizem alguma coisa para você que deseja ter seu próprio negócio? Isso é apenas um exemplo para mostrar que as oportunidades aparecem, mas você deve estar atento, ser observador e antenado com o que está acontecendo.

quarta-feira, 17 de agosto de 2011

1° SEMINARIO DE POLÍTICAS PÚBLICAS DE PROMOÇÃO DA IGUALDADE SOCIAL: Geração de Trabalho, Emprego e Renda




No próximo dia 25 de agosto as 9h,  será realizado o 1° Seminário de Políticas Públicas de Promoção da Igualdade Racial, com foco na geração de trabalho, emprego e renda.

O evento é organizado pela Secretaria Municipal de Desenvolvimento Econômico e do Trabalho de São Paulo e acontecerá no Cine Olido, na Galeria Olido, na Av. São João 473.

Para participar o interessado deve enviar um email para seminariosemdet@prefeitura.sp.gov.br.
As vagas são limitadas.



terça-feira, 16 de agosto de 2011

CRIAÇÃO DE EMPREGOS DESACELERA - Oportunidades para Empreendedores?

A criação de novos empregos está desacelerando. Isso já vinha sendo percebido na indústria e os resultados do CAGED em julho (Cadastro de Empregados e Desempregados) mostra essa desaceleração no mercado de trabalho formal. Foram 22% de empregos a menos que no mesmo período do ano passado.

Foram criados pouco mais de 140 mil empregos em julho de 2011 contra 181 mil em julho de 2010. A região sudeste é responsável pelo maior número de oportunidades de trabalho com mais de 69 mil empregos e a região centro-oeste a que criou menos com apenas 12 mil empregos. No setor de serviços foram criados 46 mil empregos, 28 mil no comércio, 25 mil na construção e 23 mil na indústria. No acumulado do ano, a queda é de 14% em relação ao mesmo período do ano anterior.

Isso pode ser reflexo de uma desaceleração da economia e com perspectivas de inflação em alta. A crise econômica internacional também pode estar influenciando essa redução no ritmo de geração de empregos. Deste modo, com muitas empresas pisando no freio com receio de problemas na economia, pode ser o momento para muitos tornarem-se empreendedores aproveitando as oportunidades, afinal, apesar de os indicadores mostrarem desaceleração a economia ainda está crescendo e com isso as oportunidades de novos negócios.

Como já dissemos em postagens anteriores, o ser empreendedor se manifesta quando é uma característica nata ou em caso de necessidade, onde não há outra opção para se manter no mercado de trabalho. Muitas vezes ainda, a pessoa descobre-se um empreendedor numa situação adversa. Portanto, fique atento às oportunidades que podem surgir ou serem descorbertas por você.

domingo, 14 de agosto de 2011

PROCURANDO EMPREENDEDORES

Uma notícia muito interessante para a população da cidade de São Paulo: As unidades do CAT -Centro de Apoio ao Trabalho, da Prefeitura de São Paulo, que são postos de atendimento do SINE na cidade de São Paulo, estão capacitando seus funcionários a identificar dentre aqueles que buscam oportunidades de emprego, um perfil empreendedor.

Isso é muito interessante, já que nos postos do Cento de Apoio ao Trabalho, existem a agência municipal de microcrédito (São Paulo Confia) e um agente para o cadastramento de empreendedores no MEI (Micro Empreendedor Individual) que orientam e financiam os empreendedores. Deste modo, pessoas com perfil empreendedor e com dificuldades em conseguir uma nova colocação no mercado de trabalho, poderão pensar em ter seu próprio negócio.

Não é raro pessoas que estão sem emprego sobreviverem por meio de pequenas prestações de serviços ou vendas de produtos como salgadinhos, roupas ou cosméticos, por exemplo. Porém essas pessoas ainda não se deram conta que essa atividade pode se transformar em uma empresa. Esse conjunto de ações proporcionado pelas unidades do CAT permitirá que muitos empreendedores surjam.Uma grande sacada que vai promover o autoemprego e possivelmente muitas histórias de empreendedores de sucesso.

Como Desenvolver um Currículo - 2

A postagem anterior “Como Desenvolver o Currículo” gerou muitos comentários e muitas visitas ao blog. Deste modo, resolvi falar um pouquinho mais sobre o tema e dar uma dica de como começar a preparar e planejar seu currículo.

Vamos lá: pegue uma folha de papel e comece a listar todas as atividades profissionais que realizou, todos os seus empregos, estágios, bicos. Faça o mesmo com cursos, seminários, congressos, de capacitação profissional. Detalhe cada um desses trabalhos e as atividades que desempenhou. Coloque tudo que vier à mente. Pronto, agora você tem matéria prima pra começar a montar seu currículo.

A partir do seu objetivo profissional, que imagino que já tenha definido, você vai escolher de modo inteligente aquilo que irá compor o seu currículo. Experiências muito antigas e que não agregam ao seu objetivo é melhor dispensar. Coloque tudo em ordem cronológica do mais novo para o mais antigo. Com os cursos é a mesma coisa. Só coloque aquilo que irá agregar valor e ser um diferencial a seu favor. Escolha muito bem o que comporá esse currículo e escreva de modo claro e direto. Se fizer assim, estará começando bem.

Um lembrete: Nunca minta no se currículo, pois será desmascarado na primeira entrevista.