ANO XIV

ANO XIV - Catorze anos informando sobre o mundo do trabalho

quarta-feira, 12 de março de 2014

PARALIZAÇÃO nas unidades do Centro de Apoio ao Trabalho da cidade de São Paulo

Uma situação muito triste acontece em um dos principais centros públicos de empregos do país, o CAT- Centro de Apoio ao Trabalho, que já foi referência nacional e Internacional como sistema público de emprego. Os funcionários estão sem receber salários e benefícios e isso já vem ocorrendo há alguns meses. Segundo alguns funcionários que conversamos, a coordenação da Secretaria Municipal do Desenvolvimento, Trabalho e Empreendedorismo, comunicou que o problema era entre a AVAPE (contratadora) e Funcionários e que a Secretaria nada podia fazer. Além do problema em sí, a indiferença da atual gestão da SDTE, mostra como essa gestão trata uma equipe capacitada e treinada, que veste a camisa (literalmente) da prefeitura paulistana.

Devemos lembrar que essa equipe não é como uma empresa terceirizada qualquer, como uma empresa de vigilantes ou limpeza. É um trabalho especializado, em vários níveis de conhecimento e atuação, que exige muito treinamento. O problema não é só entre os funcionários e a AVAPE. O poder público, principalmente a SDTE tem obrigação de interceder para a solução do problema e não apenas adotar as medidas burocráticas e legais, como multar a AVAPE em 2,7 milhões, o que só agrava o problema.
Ex-funcionários demitidos também não estão recebendo suas indenizações e muitos acordos estão sendo descumpridos. Muitos não conseguem nem mesmo sacar seu FGTS.


Várias unidades estão paralisadas e em estado de greve. A AVAPE diz que há um problema de fluxo de caixa, o que vem  provocando o problema. VAmos acompanhar e publicar os desdobramentos dessa questão

(As fotos aqui publicadas foram extraídas do grupo Avape/CAT no Facebook)