ANO XIV

ANO XIV - Catorze anos informando sobre o mundo do trabalho

quinta-feira, 22 de novembro de 2012

Visita da OECD - Políticas Públicas no setor do Trabalho em São Paulo e no Brasil

Hoje o CAT – Centro de Apoio ao Trabalho da Prefeitura de São Paulo recebeu uma comitiva da OECD - Organisation for Economic Co-operation and Development (Organização para a Cooperação e Desenvolvimento Econômico), uma organização internacional com sede em Paris, que tem como objetivo incentivar e melhorar as políticas de desenvolvimento econômico e bem estar das pessoas. A OCDE é um fórum em que os governos podem trabalhar juntos para compartilhar experiências e buscar soluções para problemas comuns.

Essa comitiva esteve no CAT, que é referência nacional do Sistema Público de Emprego e em políticas públicas no setor do Trabalho, com o objetivo de conhecer o mercado de trabalho no Brasil e na maior cidade do País e observar in loco os Programas e as formas de execução das políticas públicas deste setor na cidade de São Paulo. Ainda dentro dos objetivos da visita, os técnicos da OECD pesquisavam o mercado de trabalho para os jovens e como se dá a entrada desses no mercado de trabalho, como é a transição desse indivíduo da fase escolar para a fase profissional.

Acompanhei pessoalmente a visita dos técnicos, conversamos bastante sobre o mercado de trabalho no Brasil, seu estágio de evolução, as contradições e dificuldades enfrentadas diante do crescimento econômico durante os últimos anos no Brasil. Essa comitiva formada por economistas especializados em políticas públicas ficaram positivamente impressionados com o profissionalismo dos técnicos do CAT e qualidade dos serviços oferecidos. Mencionaram que não encontraram nada parecido nos outros países que visitaram para a realização desta pesquisa. Esperamos que nosso trabalho, que realizamos com imenso profissionalismo e dedicação, e nossas experiências possam ser difundidas e aproveitadas por outros entes pelo mundo.

Aproveito para parabenizar a OECD que completa 50 anos.
http://www.oecd.org

O CAT - Centro de Apoio ao Trabalho é uma instituição pertencente à Secretaria Municipal de Desenvolvimento Econômico e do Trabalho da Prefeitura de São Paulo.

segunda-feira, 19 de novembro de 2012

O MERCADO DE TRABALHO EM CALL CENTER (TELEMARKETING)

O setor de Call Center é um dos setores que mais emprega (um milhão e seiscentos mil trabalhadores no Brasil) porém é um dos que apresenta o maior “turn over”, ou seja, rotatividade de mão de obra. Isso acontece por uma série de motivos que vão desde a contratação de pessoas sem experiência e que não se adaptam até a baixa remuneração. São milhares de trabalhadores contratados a cada mês e outros milhares são desligados. Isso pode ser visto nos postos do sistema público de emprego, como no CAT – Centro de Apoio ao Trabalho na cidade de São Paulo, onde há uma enorme oferta de vagas para o setor e que não são preenchidas.

Por outro lado, muita gente se dá bem nessa atividade e faz carreira. O telemarketing é ainda uma ótima porta de entrada no mercado de trabalho para jovens sem experiência profissional, que aprendem nessas empresas muito sobre o mundo corporativo.
Mas nas grandes cidades onde se concentram as maiores empresas de Call Center, o mercado de trabalho mostra índices de saturação, já que pessoas em busca de emprego estão recusando as vagas do setor, principalmente pela baixa remuneração. As empresas de Call Center dizem atuar com margens de lucratividade reduzidíssimas, pois seus custos devem ser enquadrados dentro do valor dos contratos com seus clientes, dificultando o aumento dos níveis salariais para o setor.
Diante desse quadro, muitas empresas começam a transferir parte de suas operações para estados do nordeste, onde o custo da mão de obra é menor e recebem incentivos fiscais. O piso salarial da categoria é o mesmo em qualquer região do país, porém os custos variáveis, como alimentação e transporte são menores do que em cidades como São Paulo, Rio de Janeiro e Belo Horizonte. É uma boa notícia para o Nordeste, que ganha um novo setor, fazendo crescer o mercado de trabalho na região.