ANO XIV

ANO XIV - Catorze anos informando sobre o mundo do trabalho

quarta-feira, 2 de abril de 2014

TOP 30

Mais uma vez o blog O MUNDO DO TRABALHO recebe a indicação como um dos 30 melhores na categoria pessoal, no prêmio Top Blog 2013/2014. Embora não tenhamos ficado entre os 3 melhores, chegamos muito perto e participar da final já é uma grande alegria e uma marca de sucesso.

Neste ano, com sua participação, o blog aumentou em 50% o número de acessos. Convidamos todos a continuar nos acompanhando e ajudando na divulgação.

Obrigado a todos os amigos e leitores.

NOVA PARALISAÇÃO NOS CENTRO DE APOIO AO TRABALHO DA PREFEITURA DE SÃO PAULO

Com o não cumprimento do acordo pela SDTE - Secretaria de Desenvolvimento, Trabalho e Empeendedorismo da Prefeitura de São Paulo, firmado na semana passada no TRT, funcionários do CAT entram novamente em estado de greve.

Pelo acordo firmado no TRT - Tribunal Regional do Trabalho, na presença do MPT - ministério Público do Trabalho, representantes dos funcionários e sindicato da categoria, além da SDTE, os salários atrasados seriam depositados nas contas dos funcionários até o dia 31 de março.

Além dos salários não terem sido depositados até o momento, ninguém da SDTE fala com os funcionários ou apresenta qualquer tipo de justificativa para o não cumprimento do acordo.

Uma comissão de funcionários tenta ser recebida pela SDTE mas até o momento isso não aconteceu.

O CAT é uma entidade com mais de 40 postos de atendimento na cidade de São Paulo, que além de executar as ações do Sistema Público de Emprego em parceria com o MTE, realizam a emissão de Carteira de Trabalho e muitas outras atividades importantes para a população da cidade, que há algumas semanas estão de portas fechadas.

Vamos acompanhar os desdobramentos desse caso, pois são mais de 400 funcionários que estão desde fevereiro sem salários.

segunda-feira, 31 de março de 2014

Funcionários do CENTRO DE APOIO AO TRABALHO na cidade de São Paulo decidem suspender a greve se o acordo for cumprido hoje

Paralisados desde o início do mês, os funcionários do Centro de Apoio ao Trabalho, pertencente à Prefeitura da capital paulistana, resolveram em assembléia suspender a greve pelo não pagamento de salários e benefícios.

Com a medição do Ministério Público do Trabalho, do Tribunal Regional do Trabalho e o sindicato da categoria, foi feito um acordo para o pagamento dos salários atrasados.

A AVAPE, instituição pela qual os funcionários são contratados, encontra-se em crise financeira há alguns meses e neste início de ano o problema se agravou. A SDTE - Secretaria de Desenvolvimento, Trabalho e Empreendedorismo, a qual o CAT pertence alegou que nada podia fazer e prorrogou o contrato mesmo sabendo da situação. A Secretaria não fez os repasses à AVAPE pois esta não havia entregue a documentação necessária. Com o impasse, os mais de 400 funcionários não receberam seus salários e sem perspectivas de solução, entraram em greve. O acordo estipula que o pagamento será realizado diretamente pela SDTE.

O acordo firmado na semana passada, prevê que os salários atrasados seriam depositados na data de hoje (31/03). Os funcionários já disseram que se o acordo não for cumprido, retornarão ao estado de greve. O TRT declarou a greve legal e os dias parados não serão descontados.

Uma fonte nos informa que a SDTE estaria alegando problemas burocráticos para a realização dos depósitos na data de hoje. Se isso acontecer, o acordo corre o risco de ruir e a greve voltar.

O contrato com a AVAPE encerra-se em junho de 2014 e a perspectiva é de que o contrato não seja renovado. Uma nova licitação poderá ser realizada. A SDTE declarou que em caso de mudança, muitos funcionários serão aproveitados, mas há possibilidade de demissões (lembramos que os funcionários do CAT são preparados e treinados em sua atividade)

Outro problema grave é a situação dos funcionários demitidos que não receberam suas indenizações e muitos acordos judiciais não estão sendo cumpridos. O mesmo ocorre com os funcionários que entraram em férias. Esse ponto merece a atenção do TRT, do MPT e do sindicato da categoria.

domingo, 30 de março de 2014

ENTREVISTA COM O VEREADOR GILMAR, DE CAMPOS DO JORDÃO, SOBRE O 58º CONGRESSO DE MUNICÌPIOS

Durante o 58º Congresso de Municípios, conversamos com alguns prefeitos e vereadores sobre a importância desse evento para os municípios e principalmente para seus gestores, tanto do poder Executivo como do Legislativo. Publicaremos aqui a conversa que tivemos com um vereador de Campos do Jordão, cidade anfitriã do evento.  


BLOG O MUNDO DO TRABALHO - O Sr. Esteve presente no 58º Congresso de Municípios. Qual a importância desse evento para um vereador e especialmente para o senhor?

VEREADOR GILMAR DA FARMÁCIA - Acho muito importante participar de todos acontecimentos que envolvem o município e em particular esse 58º congresso de municípios, pois trás muitas dicas e conhecimentos que são de grande utilidade para a vida pública, exemplo do que deu certo em outros municípios, sobre o que diz o Tribunal de Contas referente as contas públicas, sobre os projetos que existem na União disponíveis para os municípios em todas as áreas e principalmente no que se diz respeito a saúde e educação, sempre gostei de participar de palestras para ficar atualizado, quando ficava só na farmácia exigia de mim conhecimentos da minha profissão e hoje na minha vida pública como vereador não é diferente. Penso que todos nós devemos estar em constante reciclagem seja nos pensamentos, nos gestos e atitudes. Acho que se todos levassem seu cargos com mais seriedade, com certeza viveríamos em um pais mais sério onde os anseios da população fossem respeitados e tratados com mais respeito por nós governantes.

Estiveram presentes muitos prefeitos e vereadores. O senhor teve oportunidade de interagir com outros vereadores, trocar experiências ou ainda ouvir alguma idéia que pudesse ser trazida para sua cidade?
                                                                       
Confesso que tive pouco envolvimento com os participantes, pois eu ficava muito empolgado com as palestras e queria participar de todas, mas nos poucos momentos de intervalo eu só conseguia comentar sobre o que foi discutido nas palestras, Neste congresso conheci poucos representantes e nesse meio tempo não cheguei a discutir sobre o assunto, mas em uma conversa com o Marinho da UVESP, ele me convidou para uma reunião para uma união do legislativo para trazermos e discutirmos sobre os maiores problemas que afligem os municípios e em breve pretendo visita-lo para discutirmos sobre o assunto. 

Nosso blog é direcionado para temas relacionados ao Emprego, Trabalho, Geração de Renda e empreendedorismo. Tive a oportunidade de conversar com alguns prefeitos durante o Congresso sobre isso e muitos estão investindo nas políticas públicas nessa área, com incremento do PAT (convênio com o Governo do Estado), melhorando suas estruturas, treinando suas equipes, unindo com políticas públicas locais, etc. Sabemos que a situação do emprego em Campos do Jordão ainda é crítica. Em que o Legislativo pode ajudar o Executivo nessa área?

Acredito que nosso grande problema aqui em Campos do Jordão é o desemprego, pois somos uma cidade protegida pela APA e com isso não podemos trazer grandes fábricas para nossa cidade. Algum tempo atrás, nosso grande potencial eram as malharias, mas com o passar do tempo e as mudanças climáticas perdemos um pouco desse potencial. Campos do Jordão vive como cidade turística. Acredito que a cidade vive 100 % do turismo e nosso forte é a gastronomia e hotelaria, Temos aqui muitos jovens que se formam e faltam oportunidades. Nosso município tem muito a crescer mas precisamos da ajuda de todos, tanto o poder público como da iniciativa privada. o Executivo tem se empenhado muito nessas questões, incentivando cursos de qualificação e com esses convênios  empregando várias pessoas, mas confesso que ainda não vi uma solução para tal problema. Nesse sentido nós do legislativo podemos apoiar, aprovando projetos do  que qualifica e credencia nossos cidadãos.

Agradecemos pela entrevista e desejamos que esse seu primeiro mandato seja marcado com bons projetos para a população de sua cidade.
Quero agradecer a oportunidade e dizer que sou uma pessoa que me esforço muito para fazer o melhor e que como qualquer pessoa posso errar, mas estou sempre a disposição para novas idéias que possam melhorar nossa cidade, trocar conhecimentos, fazer pesquisa sobre outros municípios e participar dos acontecimentos é o mínimo que podemos fazer, mas nos esforçar a aprender e conhecer as necessidades do município onde vivemos é obrigação de nós que vivemos na gestão pública, mais uma vez quero agradecer e dizer que o que eu puder ser útil estarei sempre a disposição, até mais.