ANO XIV

ANO XIV - Catorze anos informando sobre o mundo do trabalho

quarta-feira, 6 de fevereiro de 2013

I WORKSHOP DE PROFISSIONALIZAÇÃO E MERCADO DE TRABALHO de Campos do Jordão

Ontem, dia 5 de fevereiro, aconteceu no auditório da Secretaria de Educação de Campos do Jordão o Workshop de Profissionalização e Mercado de Trabalho de Campos do Jordão. O evento chamou a atenção de muita gente e algumas inscrições tiveram que ser abertas no local, já que eram inicialmente 25 vagas e mais 15 foram realizadas. Foi muito importante também a presença de relevantes empresas da região, como a MINALBA, a BRASIL KIRIM (cervejaria Baden Baden), ARAUCÁRIA, dentre outras. O evento foi uma iniciativa de um grupo de pessoas, todos voluntários, que fundaram dois grupos no Facebook (“Oportunidades de Emprego em Campos do Jordão” e “Juntos por Campos do Jordão”) com o objetivo de levar informação para a população de Campos do Jordão na questão do emprego. Estiveram presentes ainda diversos apoiadores da iniciativa, incluindo o presidente da Câmara de vereadores de Campos do Jordão, Sr. Felipe Cintra e o presidente da Associação Comercial de Campos do Jordão, Sr. Wagner Cardoso. O evento teve ainda o apoio da Secretaria Municipal de Educação, que cedeu o espaço; o jornal O POVO, a Rádio Campos do Jordão e portal Conexão Campos.com que colaboraram na divulgação; o Sindicato da Alimentação que cedeu os equipamentos de áudio visual e som; o Yazigi e a Datacampos que sortearam bolsas de estudo; Loja do Tadeu, Pousada Jóia da Serra, Papelaria Arco Iris, Agência Arte Digital, que colaboram de diversas maneiras.

O evento contou com as palestras de Nelson Miguel Junior (eu) e Clodoaldo da Cunha que levaram importantes informações para quem quer conquistar um espaço no mercado de trabalho. Os participantes tiveram ainda a oportunidade de concorrer a três bolsas de estudos (uma de idiomas e duas de cursos profissionalizantes).

“Este workshop foi o passo inicial para uma série de outros eventos desse tipo para a população de Campos do Jordão e já estamos recebendo apoio das empresas para a realização do próximo”, dizem os representantes do grupo.

Palestra de Nelson Miguel Junior







 
Clodoaldo da Cunha


Nelson Miguel Junior, Luis Fernando e Clodoaldo da Cunha com 2 vencedoros dos cursos da Datacampos

Nelson Miguel Junior e o vereador Felipe Cintra (pres. Câmara)



Lilian M.Matta Reis,  Luciana Betencorte Gonzalez e Sidney Dib







segunda-feira, 4 de fevereiro de 2013

COMPORTAMENTO E OPORTUNIDADE DE TRABALHO

Nos meus anos como responsável por várias equipes, houve momentos em que precisei demitir. Isso quase sempre é desagradável, mas faz parte do jogo. Fazendo uma análise dessas ocasiões a maioria das demissões foi provocada não por deficiência técnica do demitido, mas por questões de comportamento. Hoje, nos processos seletivos, muito mais importante do que as habilidades técnicas são as habilidades sociais, ou seja, como o profissional se relaciona e se comporta no ambiente corporativo, seja com os colegas, com os superiores e inferiores hierarquicamente ou mesmo com clientes ou fornecedores.

Vivemos num mundo mais diversificado, com todo tipo de pessoa e cultura, e assim precisamos aprender a respeitar e conviver, seja no mundo pessoal ou profissional. A questão hoje não é só “saber trabalhar em equipe”, mas principalmente saber lidar com diversos tipos de pessoas e culturas sociais. Isso tem um peso muito grande na escolha do profissional para uma oportunidade de emprego. Isso vale para o a contratação de um operário e para a contratação de um executivo. Na hora da busca por um emprego você deve estar ciente disso e preparado. Muitos selecionadores pedem que conte situações que ocorreram em sua vida profissional e não esperam um determinado tipo de resposta, mas objetivam saber como você lidou com cada situação.

É corriqueiro observar que quando o candidato não é aprovado no processo seletivo ou o profissional é demitido, a culpa sempre é do selecionador ou do empregador. Nunca é dele. Ora, até podemos entender o sentimento de frustração nessa hora e de não reconhecer as próprias falhas, mas isso não resolve, pois certamente acontecerá novamente. Muitas vezes isso acontece sem nos darmos conta desse comportamento inadequado, muitas vezes a ideia que fazemos de nós mesmos é completamente diferente de como as outras pessoas nos enxergam.

Assim, é importante fazer uma autoavaliação e corrigir atitudes que não são compatíveis no contexto profissional e ainda desenvolver habilidades como flexibilidade, versatilidade e discrição. Isto serve para sua entrevista de emprego e para permanecer no seu emprego!


* Informo que no dia 5 de fevereiro às 18h30 acontece o I Seminário de Profissionalização e Mercado de Trabalho em Campos do Jordão. Este tema será abordado em minha palestra