quinta-feira, 13 de setembro de 2012

MICROEMPRESA X GERAÇÃO DE EMPREGOS

Já há algum tempo as pequenas e médias empresas (com até 100 funcionários) geram a maioria dos empregos no Brasil. Na última pesquisa realizada com base no CAGED –Cadastro Geral de Empregados e Desempregados - em julho, essas empresam responderam por mais de 77% do saldo de empregos gerados. Deste modo, podemos afirmar que este tipo de empresa sustenta o mercado de trabalho e principalmente o atual crescimento do nível de emprego. Um fato ainda mais relevante é que deste percentual, foram as microempresas (com até quatro funcionários) que geraram a maioria desses empregos, em torno de 81%.

Com estes dados podemos concluir que essa geração de empregos só foi possível porque alguém resolveu empreender, ter o seu próprio negócio. E isso pode significar também, que os empreendedores estão mais responsáveis quando resolvem montar uma empresa e estão mais preparados para enfrentar o mercado. Sabemos que a mortalidade precoce dessas empresas sempre foi muito grande, mas hoje a tendência é que mesmo a empresa de um só empregado, seja mais bem planejada antes de ser fundada. Na cidade de São Paulo há o São Paulo Confia, que é um banco de microcrédito, com participação do Município e que cumpre muito bem a sua função de fomentar os pequenos empreendimentos, mas o mais importante é que criaram uma Academia de Microfinanças, que prepara e ensina os empreendedores a administrarem bem seus negócios e que cada vez tem tido maior procura. Isso demonstra a preocupação que hoje em dia os empreendedores têm em se profissionalizar.