ANO XIV

ANO XIV - Catorze anos informando sobre o mundo do trabalho

quarta-feira, 15 de janeiro de 2014

CRESCIMENTO NA MICRO E PEQUENA EMPRESA

A notícia é boa para as micro e pequenas empresas, mas não para o mercado como todo. O CAGED – Cadastro Geral de Empregados e Desempregados apontou em 2013 um crescimento de 7% nas contratações, em relação ao ano anterior,  para empresas desse tipo. O setor do comércio foi o que mais empregou em 2013, números  reforçados pelas contratações sazonais, principalmente as de final de ano.  Isso provocou um otimismo dos pequenos e micro empresários que passaram a acreditar que 2014 será um ano ainda melhor.  Mesmo assim, esses empresários apontam dificuldades para seus empreendimentos, como a dificuldade de crédito e a concorrência desleal de produtos estrangeiros e “piratas”.
Já para o setor empresarial como um todo, o otimismo não é tão grande. As agências internacionais de análise de risco podem rebaixar o Brasil e os investidores estão prevendo um crescimento máximo de 2,4% na economia em 2014, o que pode acarretar uma diminuição considerável no mercado de trabalho. Os economistas brasileiros também preveem um baixo crescimento econômico, afetando a Indústria principalmente. Analistas mencionam ainda que esse patamar de crescimento é pífio, principalmente em um ano onde acontecerá a Copa do Mundo de Futebol, já que nos países onde o evento aconteceu 1,5% do crescimento deveu-se exclusivamente à Copa.

Vamos aguardar os acontecimentos!

Por: Nelson Miguel Junior

Nenhum comentário:

Postar um comentário

Obrigado por seu comentário