sábado, 19 de setembro de 2009

PESQUISA PNAD 2008 - Grau de instrução X Mercado de Trabalho

A pesquisa PNAD (pequisa nacional domiciliar) mostrou, dentro de de várias áreas pesquisadas, que pessoas com baixo grau de escolaridade apresemtam miores dificuldades de encontrar oportunidades no mercado de trabalho. O tempo mínimo de estudo recomendado pela UNESCO é de 10 anos. A média no Brasil ficou em 7,1 anos. No sudeste 7,7 anos (nível mais alto) e no nordeste 5,9 anos (nível mais baixo). Em nosso dia a dia observamos a dificuldade que as pessoas com pouco tempo de escolaridade tem em se inserir no mercado formal de trabalho, e mesmo que consigam, atuam em empregos com baixo nível de salário e pouca perspectivas de evolução profissional. Essas pessoas acabam tendo por saída para a sobrevivência de sua família o mercado informal ou o subemprego. Pessoas que possuem algum talento especial ou uma vocação mais empreendedora, que sabe que suas chances são melhores com trabalho e não apenas com o emprego, acabam se dando melhor, mas mesmo assim, poucos vencem. Sempre que posso, recomendo a todos os trabalhadores que estão em busca de emprego, e claro, para aqueles que também estão empregados, continuar os estudos. Seja nos cursos regulares para aqueles que ainda não completaram sua graduação, seja em cursos profissionalizantes, especializações, etc, mas que nunca parem de estudar, de aumentar o seu conhecimento. Isso é fundamental. No título dest post, coloquei um link para uma matéria exibida no Jornal Nacional em 18/09/2009 que fala sobre isso.
video

Nenhum comentário:

Postar um comentário

Obrigado por seu comentário