ANO XIV

ANO XIV - Catorze anos informando sobre o mundo do trabalho

segunda-feira, 15 de fevereiro de 2010

A FALTA DE QUALIFICAÇÃO PROFISSIONAL E O IMPACTO NA ECONOMIA


A falta de profissionais capacitados, seja de nível superior, técnico ou mesmo operacionais, já começa a afetar a economia. Como já mencionamos em postagens anteriores, sobram vagas no mercado de trabalho. Uma reportagem da Folha de S.Paulo, afirma que em 2009 sobraram 1,7 milhão de vagas no sistema público de emprego (SINE).

Sempre comento aqui, que quem deseja se manter no mercado de trabalho, nunca deve parar de estudar e se aprimorar. E o que vemos, ano a ano, é o contrário. Muitas pessoas ainda param seus estudos, não dão a devida importância à sua escolaridade ou aprendizado técnico para uma atividade profissional.

Deste modo, a situação começa a ficar mais complicada, pois o problema não atinge somente aos trabalhadores que perdem seus postos de trabalho e não conseguem se recolocar, mas também os empregadores, que passam a ter dificuldades em produzir devido à falta de mão de obra. E isso pode causar (e já está causando) um impacto negativo na economia.

Para se ter uma idéia, o setor da Indústria precisaria capacitar 3 milhões de trabalhadores por ano, para atender às suas demandas.

Por isso eu recomendo sempre, nunca pare de estudar e se aprimorar. E desta forma que você pode se manter e crescer profissionalmente e contribuir com a sociedade.

UMA DICA: A Secretaria Municipal de Desenvolvimento Econômico e do Trabalho, da Prefeitura de São Paulo, abre novamente as inscrições no dia 22 para novas turmas do Projeto Jovens Paulistanos, que são cursos de Capacitação Profissional em diversas áreas. As inscrições são realizadas nos Centros de Apoio ao Trabalho. Podem se inscrever pessoas com mais de 16 anos.

Nenhum comentário:

Postar um comentário

Obrigado por seu comentário