ANO XIV

ANO XIV - Catorze anos informando sobre o mundo do trabalho

quinta-feira, 23 de fevereiro de 2012

CRIAÇÃO DE EMPREGOS EM JANEIRO

O Ministério do Trabalho divulgou hoje o resultado do mercado de trabalho (criação de empregos) em janeiro. Foram criados apenas 118.895 postos de trabalho, um resultado bem abaixo do esperado e o pior resultado desde 2009. Em relação a janeiro de 2011, houve uma queda de 21,83% nos empregos com carteira assinada.


Já era percebida uma desaceleração da economia em 2011 em relação a 2010 e essa situação causa conseqüências diretas no nível de emprego. A geração de empregos em 2011 ficou 25% menor do que em 2010. O Governo tinha uma expectativa de que fossem criados 3 milhões de empregos, mas o número não passou de 1,9 milhão.

O setor de serviços vem crescendo e é hoje o setor que mais emprega, gerando 61.463 postos de trabalho. O setor de Construção também obteve um bom resultado na geração de empregos, mostrando que a atividade ainda está bem aquecida. A Indústria também apresentou evolução mas o setor do Comércio apresentou saldo negativo com a eliminação de mais de 36 mil postos de trabalho.
Apesar da desaceleração da atividade econômica e da geração de empregos, o mercado de trabalho ainda cresce. Porém, devemos ter em mente que tal crescimento não se dá em todos os setores ou regiões do país. Algumas evoluem de forma significativa e outras estão estagnadas. Portanto, quando falamos sobre uma situação de pleno emprego no Brasil, isso não é totalmente verdade. Muitos fatores devem ser ponderados e analisados antes de fazer esse tipo de afirmação. Contudo, podemos afirmar que a estabilidade econômica do país contribui e alimenta a produção de empregos.

Nenhum comentário:

Postar um comentário

Obrigado por seu comentário