ANO XIV

ANO XIV - Catorze anos informando sobre o mundo do trabalho

domingo, 26 de fevereiro de 2012

ESTAMOS EM SITUAÇÃO DE PLENO EMPREGO?

Uma matéria da jornalista Karina Lignelli do Diário do Comercio (São Paulo) publicada em 23 de fevereiro, vem ao encontro de um comentário que fiz sobre o “pleno emprego” no Brasil. Com a economia estável em situação confortável em comparação aos países do primeiro mundo, algumas pessoas entusiasmadas propagam que vivemos uma situação de pleno emprego, o que na minha opinião não reflete a verdadeira realidade.

Os números obtidos pelo IBGE e pela Fundação SEADE mostram índices de desemprego bastante favoráveis, beirando os 6%. O alto índice de trabalhadores sem qualificação ou capacitação profissional, além da baixa escolaridade de parte da população e alto índice de informalidade, impedem que o país atinja o nível de pleno emprego. Visto desta perspectiva, sem ter a estrutura adequada de mercado, o Brasil está longe de chegar à situação de pleno emprego.

O artigo da jornalista apresenta a opinião de estudiosos do assunto que coadunam com meus comentários em postagens anteriores sobre a questão da qualificação profissional e a necessidade das empresas de obterem profissionais preparados. Esse problema pode ser transitório, mas a velocidade dos investimentos em treinamento e qualificação profissional, principalmente pelas empresas, não está adequado às necessidades do mercado. Na mesma edição, uma matéria da mesma jornalista, apresenta o trabalho do Centro de Apoio ao Trabalho, em uma oficina sobre Marketing Pessoal para trabalhadores candidatos às oportunidades de trabalho oferecidas pela entidade, onde dou uma entrevista e falo sobre essa situação.

Nenhum comentário:

Postar um comentário

Obrigado por seu comentário