ANO XIV

ANO XIV - Catorze anos informando sobre o mundo do trabalho

quinta-feira, 12 de abril de 2012

VOCÊ TEM UM EMPREGO NOVO? OS PRINCIPAIS PECADOS QUE NÃO SE PODE COMETER

O UOL publicou uma matéria em 10/04 onde especialistas em Recursos Humanos apontam que os primeiros meses de trabalho são fundamentais para carreira deste profissional dentro da nova empresa. Nós também acreditamos nisso e sempre que abordamos o tema da empregabilidade em nossas palestras ressaltamos os pontos que determinam a vida desse profissional na empresa que acaba de ingressar ou que irá ingressar.

A matéria alerta que é nesse período de experiência que a empresa observa e avalia se o profissional se manterá no cargo e em que condições. Segundo Andrea Bavier da Consultoria Luandre, “a chefia é a responsável pela avaliação, mas a equipe também participa mesmo que seja de maneira informal”.

O comportamento muitas vezes acaba sendo mais importante numa decisão de manter ou não o profissional do que seu conhecimento técnico e experiência. A consultora aponta cinco erros principais que um recém contratado pode cometer e dá as dicas:

Desinteresse - O profissional deve assumir uma postura de aprendiz e buscar informações sobre seu trabalho e normas da empresa. Pergunte, observe e eleja uma pessoa que possa ser seu mentor.

Falta de Integração com a equipe - Lembre-se: você depende da equipe a qual pertence. Utilize a observação a seu favor para conhecer o ambiente comportamental do grupo. Veja como as pessoas se relacionam e tratam umas as outras. Evite agir sem se importar com as regras de conduta da empresa ou da equipe.

Atrasos e faltas - Procure não faltar. Não se atrase ou peça para sair durante o horário de trabalho. Caso tenha questões pessoais a serem resolvidas, é mais saudável negociar a data de sua admissão. Assuntos particulares devem ser resolvidos e tratados fora do horário de trabalho. O uso da internet para assuntos pessoais deve ser evitado.

Individualismo e arrogância - Demonstre suas capacidades e realize tarefas sempre compartilhando com todos, mas tome cuidado para que não seja interpretado como o “sabe tudo”. Evite se isolar para que não seja tachado como arrogante. Não desenvolva atividades levando em consideração apenas seu conhecimento ou ponto de vista.

Criticas e fofocas - Não critique métodos, processos ou qualquer outra coisa sem ter embasamento para tal. Falar mal da empresa ou dos colegas de trabalho também não é saudável, afinal de contas, você acabou de chegar e escolheu trabalhar naquela organização. Evite se envolver em conflitos e as famosas fofocas que rodeiam o ambiente de trabalho.

2 comentários:

  1. Me diga: como conseguir um emprego aos 58 anos?

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Osmar, A resposta vale um milhão de dólares! Mas precisamos aumentar as chances de retornar ao mercado de trabalho. Sabemos que o mercado tem restrições a pessoas mais "experientes" e o auto emprego pode ser uma saída. Temos que nos auto motivar e fazer os esforços necessários para recomeçar muitas vezes. Todos nós temos algum talento especial que pode ser desenvolvido e aplicado para gerarmos a nossa renda sem depender de um emprego. Muitas empresas começam a olhar para as pessoas acima dos 50 anos, mas ainda não o suficiente para contratar tantas pessoas. A saída existe mas não aparece se ficarmos ligados ao modelo do emprego tradicional.

      Excluir

Obrigado por seu comentário