ANO XIV

ANO XIV - Catorze anos informando sobre o mundo do trabalho

quinta-feira, 12 de setembro de 2013

RISCO PARA OS EMPREGOS E MICRO EMPREENDEDORES



Venho acompanhando há bastante tempo e falado aqui sobre a tendência ao desemprego que estamos caminhando. Há meses, a economia dá sinais que os empregos serão afetados. Já é o terceiro mês consecutivo que a Indústria elimina postos de trabalho, antes houve uma pequena melhora devido aos incentivos fiscais como redução de IPI para alguns setores, mas desde o começo do ano o setor está ficando estagnado. Na verdade, não é só a Indústria que vem perdendo postos de trabalho, outros setores também, mas é na Indústria que mais vagas estão se fechando (ver quadro abaixo). Não falo aqui de vagas que deixam de ser criadas, mas de postos de trabalho que se fecham!

Políticas públicas ou econômicas “emergenciais” como a redução de IPI, não se sustentam a médio e longo prazo, ou seja, nenhuma ação emergencial funciona sem outra de longo prazo que busque a solução do problema. 

Agora, os estoques estão altos, a inflação está alta, juros altos, balança comercial desfavorável e os empresários não estão confiantes na economia. Mesmo os investidores estrangeiros colocaram o pé no freio.

Logo o Comércio também estará sentindo os efeitos e outra massa de trabalhadores será prejudicada. Os micros empreendedores também sentirão essa situação e terão dificuldades em manter seus empreendimentos, já que muitos não têm “gordura” pra queimar.
Preocupo-me com a situação desses pequenos empreendedores, que investem suas economias, muitas vezes acumulada por toda uma vida e que não tem um preparo técnico para uma gestão adequada, que correm riscos importantes numa situação de economia paralisada.

O quadro abaixo mostra os setores da indústria mais afetados na variação da criação de postos de trabalho


Nenhum comentário:

Postar um comentário

Obrigado por seu comentário