ANO XIV

ANO XIV - Catorze anos informando sobre o mundo do trabalho

segunda-feira, 30 de maio de 2016

Como definir a pretensão salarial em tempos de crise?

Convidamos uma especialista em Recursos Humanos para nos ajudar a entender como funciona a questão da pretenção salarial quando se está em busca de uma oportunidade de trabalho.  Leia o artigo. 
Nelson Miguel Junior - O Mundo do Trabalho


De acordo com o IBGE, no primeiro trimestre do ano o desemprego ficou em 10,9% No mesmo período de 2015, essa taxa era de 7,9%. Com a diminuição no número de vagas e o aumento do desemprego é necessário ter alguns cuidados antes de mencionar a pretensão salarial.

A pretensão salarial deverá ser colocada apenas quando for questionada pelo recrutador. O valor deve ser baseado no último salário e no valor que está sendo pago no mercado. Em geral, as empresas pedem a pretensão salarial durante a entrevista para os cargos de especialistas e liderança. Já nas para as vagas operacionais, o selecionador costuma avisar do salário no momento em que convida do candidato para participar do processo seletivo. Nesse último caso, na maioria das vezes não é possível negociar o valor.

A pesquisa de mercado pode ser feita através de aplicativos em que é possível fazer uma pesquisa salarial, que se baseiam no salário declarado pelos funcionários das empresas. Outra sugestão é conversar com pessoas da mesma área para saber o valor que está sendo pago no setor.

Antes de estipular o valor do salário, deve-se levar em conta o setor e o porte da empresa, o desafio profissional, a possibilidade de crescimento, o pacote de benefícios oferecido, que se forem bons podem compensar um salário menor, já que será possível economizar no plano de saúde, supermercado na mensalidade de cursos e faculdades, já que muitas empresas tem parcerias com diversas escolas e universidades. Se a empresa for próxima da residência será possível economizar no transporte, além de proporcionar qualidade de vida ou tempo disponível para trabalhos eventuais. Entretanto, é importante rever o orçamento para ter a clareza do valor que é possível flexibilizar. Caso contrário, um trabalho que não seja suficiente para pagar as contas vai causar insatisfação em pouco tempo. Se não for possível voltar a ter o mesmo salário anterior, deve-se considerar a possibilidade de fazer trabalhos eventuais com o objetivo de ter outra fonte de renda para não prejudicar o orçamento. Se for uma oportunidade que seja do interesse do candidato, é importante avisar o selecionador durante a entrevista disposição para negociar caso seja necessário. Além disso, a pretensão deve ser no máximo de 10 a 20% maior que o último salário.

De qualquer maneira, o mais importante é ter em mente o valor mínimo que poderá aceitar para não ser pego de surpresa.


Flávia Mentone é consultora de RH
flaviamentone@gmail.com

Nenhum comentário:

Postar um comentário

Obrigado por seu comentário